Google Ads: Mudanças, Evolução e Impactos

FERRAMENTAS, SEM, TENDÊNCIAS

Conheça Algumas Evoluções do Google Ads ao longo dos Anos e o Impacto que Causaram para os Anunciantes.

Pode ser que você seja um iniciante no Marketing Digital e também um profissional jovem. Talvez você sequer conheça a longevidade do Google que, apesar de uma ferramenta altamente de vanguarda, já foi algo bastante rudimentar.

Desde os primórdios, quando era apenas um site de busca como tantos outros, o Google sempre chamou a atenção das pessoas que ficaram maravilhadas com a natureza daquela empresa que surgia. Era uma prestação de serviço altamente útil, gratuita, de alcance mundial e interface simples.

Para muitos investidores, parecia uma iniciativa com prazo de validade definido, já que não vislumbravam rentabilidade. Mas tudo isso hoje parece falta de visão, já que o Google domina o mercado de propaganda online no mundo inteiro. Uma ferramenta revolucionária como o Google Ads merece todos os elogios pela quebra de paradigma que gerou, mas também pelo impacto que causou no mundo da propagada.

Uma escala global de transformações na comunicação que deu início a um processo irreversível e sem fim: As Mudanças Constantes em Busca da Evolução. Neste ponto, o Google Ads (que já foi Google Adwords) impulsiona e dá exemplo. E a evolução da ferramenta não é nada sutil como a mudança do nome (que também diz muito sobre o processo de transformação).

Quando ainda era Google Adwords, era muito baseado em palavras e expressões-chave, onde os anunciantes tinham uma estrutura básica para montar os anúncios com limitações de espaço e tamanho de texto, o que promovia um sem número de anúncios na sua Dash de campanha. Hoje em dia, isso pode ser resolvido com os constantes novos features adicionados às configurações de campanha como extensões de chamadas, frases etc.

A seguir, vamos elencar algumas mudanças e evoluções que ocorreram nos últimos 10 anos. Não faremos em formato de timeline, mas sim, apresentando a mudança e demonstrando qual o impacto causaram para os anunciantes iniciantes e negócios locais. Através dos itens que apresentaremos, você poderá perceber que existe uma correlação entre as mudanças para que a ferramenta evoluísse ao que é hoje.

Anúncios na Mão Direita e na Mão Esquerda

No início, os anúncios do Google eram divididos (como você pode ver na figura abaixo) em anúncios de mão esquerda e mão direita.

Os anúncios de mão esquerda são os principais, com fundo amarelo destacando-os dos resultados orgânicos. Os da mão direita são aqueles do lado direito. Repare que já eram chamados de Links patrocinados.

Desde o início o Google chama esse tipo de anúncio de “Link Patrocinado” pelo simples motivo que realmente eram links patrocinados, onde os resultados de busca (numa ferramenta ainda em busca de inovações) dividiam espaço com os links que pagavam para aparecer nas SERPS, era a dinâmica inicial da ferramenta.

Eram tempos de grandes acessos via desktop, portanto, a grande quantidade de anúncios na mão direita fazia sentido, pois o espaço comportava diversos anúncios antes da primeira rolagem. Além disso, era possível avançar através dos links patrocinados (como você pode notar na figura, logo abaixo dos links patrocinados da mão direita, existe um botão para você visualizar mais anúncios).

Qual o impacto na propaganda dos anunciantes menores?

Você já deve ter ouvido falar em oferta e procura, pois bem, esse conceito se aplica a todas as fases do Google Adwords. Com mais espaços disponíveis era possível flexibilizar o leilão (que já se baseava em índices de qualidade, mas também no Bid máximo para o clique), de maneira que mais anunciantes pudessem ter seus anúncios visualizados.

Aqueles anunciantes iniciantes ou com verba mais baixa, poderiam estar entre os primeiros da mão direita, o que garantia uma boa chance de CTR, mesmo que não fossem aparecer na mão direita (a área mais nobre).

Desta forma, o Google permitiu uma grande chance para que os anunciantes de pequenos negócios pudessem ter seus primeiros contatos com a propaganda online, o que faria diferença anos mais tarde, com a super necessidade de anunciar online, em detrimento das mídias tradicionais.

Além disso, a estrutura de repetição de palavras-chave no próprio anúncio fazia toda a diferença para as propagandas de menor orçamento. A redação dos anúncios, além dos textos, dependia de uma estrutura visual para destacar seus atributos.

Exemplo de Estrutura de Anúncios

Os anúncios apareciam, entre tantos outros, em meio a apenas texto. Portanto, destacar as palavras-chave era fundamental, já que as palavras-chave presentes na busca, apareciam em negrito no anúncio (caso estivessem presentes na redação). Dentro da estrutura básica de Título + URL + Frase + Frase tudo formava um conjunto só. A estrutura servia para todas as localizações de anúncio, mão esquerda e mão direita.

A estratégia para destacar os anúncios era simples, construía-se um texto coeso, dentro dos limites de caracteres, com repetição de palavras-chave em partes distintas, de modo que o anúncio fosse compreensível ao ser lido e destacado para ser visto.

  • Exemplo de Anúncio da Mão Esquerda

Lorem Ipsum Color Damet

Ipsum Color adipiscing elit Sed do Ipsum Color temporary

Era chamada de estrutura em “L”, onde a palavra de busca era “Ipsum Color” e quando o anúncio aparecia, ela se destacava aparecendo 3 vezes.

  • Exemplo de Anúncio da Mão Direita

Ipsum Color Lorem Damet

Sdipiscing elit Ipsum Color

Ipsum Color Sed do temporary

Era chamada de estrutura em “Flecha”, onde a palavra de busca era “Ipsum Color” e quando o anúncio aparecia, ela se destacava aparecendo 3 vezes formando uma flecha ou seta.

Vale lembrar que este é apenas um exemplo das muitas técnicas de otimização dos anúncios que permitia competir muito além do poder financeiro. E obter bons resultados com as features disponíveis naquela fase do Google Adwords.

Anúncios na Mão Direita Deixam de Existir

Uma das mudanças no Google Ads mais significativas foi a extinção dos anúncios que ficavam no lado direito da tela. Um dos fatores que contribuíram para a extinção dessa modalidade foi o aumento significativo dos acessos via smarthpone.

Com o maior acesso nos dispositivos móveis, ficava cada vez mais evidente que os anúncios laterais estavam condenados ao insucesso, já que não seria impossível apresentá-los ao lado dos resultados de busca orgânica, a principal atração do Google.

Qual o impacto na propaganda dos anunciantes menores?

Os anunciantes menores sofreram um pouco com esta mudança. Eles tiveram que se adaptar a uma nova realidade que exigiria um pouco mais de profissionalismo mas trariam bons frutos, ainda em curto prazo.

Essa evolução do Google Adwords fez com que os Bids aumentassem (Oferta x Procura) já que os leilões passaram a ser mais competitivos por espaços mais resumidos. Porém, alguns atributos dos anúncios foram adicionados. Houve um aumento substancial de dados acoplados a uma estrutura central de anúncios (extensões), privilegiando anúncios mais completos para ocupar as primeiras posições.

A experiência na página de destino, que já era um atributo importante, passou a ser decisivo para o retorno e classificação dos anúncios nos resultados de busca. Já que a experiência no acesso móvel era uma exigência cada vez maior por parte dos usuários. Sendo assim, o Google apenas aplicava o conceito à sua plataforma para oferecer a melhor experiência ao usuário e convertê-la em resultados.

Mudanças no Google My Business

Uma ferramenta social do Google para fazer frente às mídias sociais era o Google Plus. Logo ele seria convertido em Google My Business, onde encontrou sua verdadeira vocação. De olho em plataformas de Mídias sociais que poderiam oferecer boas experiências de anúncio e retorno rápido, o Google reagiu oferecendo essa estrutura de rede social aberta, inclusive para resultados orgânicos, o que dava às pequenas empresas e negócios locais, a possibilidade de mais um meio de comunicação orgânico, além do site. Onde os usuários pudessem compartilhar suas experiências com a marca e também classificar sua satisfação.

Foi mais uma atitude acertada do Google que incluiu o Google Meu Negócio nos principais resultados de busca de dispositivos móveis com uma série de interações como telefonemas diretos, rotas e trajetos no Google Maps, a partir do Card no Google Meu Negócio.

Qual o impacto na propaganda dos anunciantes menores?

O Google Meu Negócio promoveu alterações profundas e benéficas para os anunciantes de pequeno porte e, principalmente, negócios locais. O Card do Google Meu negócio é uma feature que, entre outras coisas, permite a identificação de pontos fortes e fracos do negócio local através da opinião de consumidores. Além disso, uma rápida busca pode indicar como as empresas lidam com os problemas e como apresentam soluções, já que as avaliações podem ser respondidas pela empresa.

Para os anunciantes que não possuíam um site adequado, ou faziam links patrocinados com link para suas páginas no Facebook, a evolução foi muito grande, pois agora contavam com um perfil social altamente customizável, de interface simples, que promovia organicamente a empresa mas oferecia uma ferramenta exclusiva e simples de anúncio.

Uma das grandes evoluções do Google Ads foi o oferecimento dos anúncios a partir do Card no Google Meu Negócio, oferecendo presets de objetivos de campanha com metas como: Ligações, Rotas etc. Essa nova aba do Google Ads, possibilitou aliviar a competição de espaços por links patrocinados, diminuindo a pressão sobre o Bid, distribuindo os anunciantes nos mais diversos tipos de anúncios disponíveis.

Além da possibilidade de Bids menores, os anunciantes locais puderam divulgar seus negócios escolhendo o raio de atuação e segmentando por afinidade seu público-alvo, uma novidade que trouxe mais controle e facilidade para aqueles que não dispunham de verba para contratar profissionais de marketing digital.

Criação de Campanha com Base em Objetivos de Marketing

Outra mudança no Google Ads a causar impactos altamente positivos foi a criação da campanha com base em objetivos diversos como:

  • Vendas

Gerar vendas on-line, no aplicativo, por telefone ou na loja.

  • Leads

Incentivar clientes a realizar ações para gerar leads e outras conversões.

  • Tráfego do Site

Fazer com que as pessoas certas acessem seu site.

  • Consideração de Produto e Marca

Incentivar as pessoas a explorar seus produtos ou serviços.

  • Alcance e Conhecimento da Marca

Alcançar um público-alvo amplo e promover reconhecimento.

  • Promoção de APP

Gerar mais instalações e interações para seu aplicativo

  • Visitas a Lojas Locais e Promoções

Impulsionar visitas a lojas locais, incluindo restaurantes e concessionárias.

Estas setas definem as dicas e sugestões da ferramenta que vão auxiliar a criação dos anúncios e segmentação mais adequada. Embora sejam apenas a superfície das campanhas, já dão um norte para que o aprendizado de máquina indique ao anunciante pequeno ou grande, com budget alto ou baixo, local ou nacional, até mesmo o internacional, possa obter o máximo de performance dentro de um tipo de campanha dinâmica.

O monitoramento é uma das chaves das campanhas online, o Google não está alheio a isso e oferece, dentro da própria ferramenta Google Ads, insights altamente eficazes para promover o aumento de performance de campanhas e realocação de orçamento para geração de negócios, de acordo com o objetivo definido para cada campanha.

Qual o impacto na propaganda dos anunciantes menores?

Como todas as evoluções adicionadas à ferramenta Google Ads, os efeitos são sentidos por todos. Uma vez que, desde o início, tivemos uma redução substancial na quantidade de espaços publicitários nas buscas e decorrente aumento de competição, tivemos também um adicional de muitos formatos novos de anúncio.

É claro que essa distribuição de anúncios permite redução de Bid, mas também é acompanhada de um crescimento exponencial do número de anunciantes a aderirem ao Google Ads, o que expõe novamente a necessidade de equilibrar a competição para que o CPC seja atrativo para todos os tipos de anunciantes.

Dentro deste contexto, a mudança do Google Ads para campanhas com base em objetivos de Marketing Default torna-se um avanço em direção à performance da campanha. Aquele Mindset de aproveitamento do orçamento para gerar maior número de cliques, agora passa a ser para atingir o maior número de ações de valor dentro do orçamento disponível.

Ou seja, se você quer gerar mais cliques existe uma configuração específica, se deseja ligações existe outra, para captar o preenchimento de newsletter existe outra configuração etc. Houve uma evolução tanto dos objetivos de campanha como do aproveitamento do Budget que passa a ser mais assertivo.

A mudança passa também para os anunciantes que, embora tenham que pagar mais pelo clique, podem extrair o máximo de retorno de cada orçamento. O Google Ads conseguiu tornar o investimento em propaganda mais racional e eficaz.

A Evolução do Google Ads não Para

As evoluções foram muitas ao longo dos anos, mas o que não mudou foi a maneira como o Google Ads consegue trazer resultados para cada tipo de anunciante oferecendo uma solução personalizada para manter o equilíbrio entre o volume de anúncios a serem veiculados, os diversos tipos de clientes, o próprio fluxo de caixa do Google e o principal, a relevância da ferramenta para os clientes.

Entre tantas evoluções não explicadas, ainda podemos citar:

  • Segmentação por raio de campanhas;
  • Modo Alfinete de Segmentação de Local;
  • Consultoria especializada Gratuita;
  • Insights de Performance dentro do Google Ads;
  • Extensões de Local e Chamadas a partir dos Cards Google Meu Negócio;
  • Relatórios por Local de Impressões, Cliques, Chamadas, Rotas etc;
  • Anúncios Dinâmicos;
  • Extensões de Snippets Estruturados;
  • Extensões de Preço;

A partir do momento que o Google não apresentar resultados satisfatórios para os clientes nas buscas, sejam pagos ou patrocinados, os links deixam de ter relevância, o Google deixa de ter importância e os clientes migram pra outra plataforma. Isso só parece impossível para quem olha de fora, pois o Google não para de evoluir, sempre com foco na experiência do usuário. Esse Core é, em grande medida, a razão do sucesso.

Leia Também:

WordPress 5.5

Conheça as 3 Principais Features para você Fazer seu Próprio Website na Ferramenta e Melhorar a Performance Visual

ler mais
MktOnlineFácil

MktOnlineFácil

Editor

Ajude outras pessoas compartilhando nosso conteúdo. Obrigado 😉