Caixa Econômica Federal Anunciou Linha de Crédito para Investimento em Energia Fotovoltáica.

No último dia 5, a Caixa Econômica Federal anunciou que pretende abrir linhas de crédito para pessoas físicas. Essa nova modalidade é focada no investimento em geração de energia fotovoltaica para casas.

Financiamento de Energia Solar pode trazer impacto altamente positivo.

Além das possibilidades de gerar uma energia mais limpa, alivia a pressão no sistema das hidrelétricas. Mas também pode aumentar o mercado de fornecedores e consumidores de insumos e equipamentos.

Isso é crucial para a queda dos preços e alavancagem do mercado de instalação/manutenção. Além disso, quando maior a quantidade de energia solar nas linhas de transmissão, menor a possibilidade de ativar as termoelétricas.

Extremamente poluentes, as Termos são utilizadas para suprir a demanda. Isso tem alto custo financeiro e ambiental.

Todo Financiamento Requer Planejamento

Como todo o empréstimo tomado, este financiamento da Caixa precisa ser planejado. Antes de fechar negócio, é necessário conhecer bem as características da energia solar.

A promessa de economia de energia é extremamente sedutora. Porém a energia solar tem suas características bastante específicas. Lembre-se que existe um período de geração, que depende da radiação solar e outro onde ela não é gerada. Quando não há radiação para gerar energia, é necessário obtê-la da rede.

Duas Maneiras de Aproveitar a Energia do Sol

A mais comum é a captação de energia solar, convertendo-a em energia térmica. Isso é muito utilizado para aquecimento da água. A economia gerada pelo aquecimento solar da água já gera impacto positivo nas contas de luz. Já que, neste caso, o banho quente não depende do chuveiro elétrico (grande vilão das contas).

O outro modelo é a geração da energia propriamente dita, que demanda um investimento muito mais alto. E também demanda mais cuidados e planejamento.

Veja mais sobre o financiamento da Caixa no site da CNN Brasil.

Fonte: CNN Brasil

Write A Comment